Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

PROGRAMAÇÃO

23/09 – 15h

Scanners, sua mente pode destruir

(Scanners)
1981. Canadá. 103 min
Direção: David Cronenberg
Roteiro: David Cronenberg
Empresa Produtora: Canadian Film Development Corporation (CFDC)
Elenco: Jennifer O'Neill , Stephen Lack , Patrick McGoohan

Um dos filmes mais famosos de David Cronenberg, Scanners descortina para o espectador o universo dos interesses tecnocientíficos emanados pelas corporações empresariais de vigilância e comunicação. O personagem de Cameron Vale tem poderes telepáticos, mas esse dom vira um pesadelo porque ele não consegue manter sob controle sua capacidade de “escanear” os pensamentos alheios. As mentes dos outros invadem a sua sem descanso, atormentando sua vida e transformando-o num ambulante que não se adapta às exigências da vida social. Um belo dia, porém, ele é capturado pelo Dr. Paul Ruth, que lhe promete uma cura capaz de livrá-lo de seus pesares graças à reorganização de seus circuitos “neuro-telepáticos”, por meio de uma droga chamada Ephemerol. Em troca, o personagem deverá se tornar um espião: terá que usar suas capacidades paranormais como uma arma a serviço da ConSec, uma organização especializada em segurança internacional que está sendo ameaçada por um perigosíssimo grupo de telepatas. Os ataques são liderados pelo sinistro Darryl Revok, um scanner psicopata que é capaz de explodir as cabeças invadidas com seus poderes telecinéticos. Nesse peculiar enredo de saberes e poderes extremos, Cronenberg coloca em cena corpos bioquimicamente manipuláveis, capazes de se transformar nos nodos de uma rede de informações, onde a telepatia pode operar como metáfora de uma sociedade de corpos cada vez mais “ligados” e entregues aos imperativos de conexão e da telepresença.

One of David Cronenberg’s most famous movies, Scanners unveils to the audience the universe of techno-scientific interests emanating from surveillance and communication business corporations. Character Cameron Vale has telepathic powers, but this gift becomes a nightmare for Vale when he finds himself unable to control his ability to scan other people’s thoughts. The minds of others restlessly invade his, tormenting his life and turning him into a wanderer who cannot adapt to the demands of social life. One fine day, however, Vale is captured by Dr. Paul Ruth – who promises him a cure that will be able to free him from his grief thanks to the reorganization of his “neurotelephatic” circuits through a drug called Ephemerol. In exchange, the character must become a spy: he must use his paranormal abilities as a weapon at the disposal of ConSec – an organization specialized in international security systems – which is being threatened by a very dangerous group of telepaths. The attacks are headed by the sinister Darryl Revok, a psychopath scanner who can explode the heads invaded by his telekinetic powers. In this unique plot of extreme power and knowledge, Cronenberg presents bodies that can be biochemically manipulated and made part of an information network, in which telepathy might serve as a metaphor for a society with bodies that are ever more “linked” and left to the imperatives of connection and telepresence.


Exibição em 35mm
Distribuição: Laurem Productions
Procedência da cópia: Library and Archives Canadá

Voltar para capa
Voltar para Programação